domingo, 31 de agosto de 2008

Zagor em Tex 88

Antes de o Zagor 01 da Vecchi ira para as bancas, a Editora resolveu apresentar o personagem aos texianos, que, na época, eram, mais ou menos, uns 150.000.



Photobucket


Assim, no fim da revista 88 da 1ª edição, a Editora inseriu oito páginas dedicadas ao Espírito da Machadinha.



Foi uma ótima sacada do Ota, porque ele apresentou o nosso Zagor justamente em uma edição especial do Tex.



Abaixo, vocês podem conferir as históricas páginas.



Photobucket



Photobucket



Photobucket

Photobucket

Photobucket



sábado, 30 de agosto de 2008

Zagor Extra 39 - Sombras Sobre Darkwood

Photobucket


Zagor Extra 39 - SOMBRAS SOBRE DARKWOOD

Texto: Boselli * Desenhos: Ferri

Um fantasma ameaça o mundo! Ele tem às suas ordens um fabricante de monstros que voltou do inferno, um espírito maligno de outra dimensão e um exército de demônios! Não há paz na volta para casa de Zagor e Chico. Os caçadores da grande floresta são aprisionados e transformados em horríveis monstros com a missão de liquidar o Senhor de Darkwood.

Revista publicada em 30 de maio de 2007.


sexta-feira, 29 de agosto de 2008

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Entrevista: Jesus Nabor Ferreira

1.Qual seu nome completo, quantos anos você tem e onde você mora?


Meu nome é Jesus Nabor Barbosa Ferreira. Moro em Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

Photobucket

2.Há quanto tempo você lê a revista do Espírito da Machadinha? Você também a coleciona? Se sim, quantas revistas você tem?

Li Zagor desde sua primeira aparição no Brasil - Revista tex nº 88 como uma amostra do que seria o personagem - e depois colecionei a revista da Vecchi até o numero 22. Não a coleciono, salvo as aventuras com o VAMPIRO .

Photobucket

3.O que fez você se interessar pelas aventuras do personagem?

Não saberia precisar. Talvez por ver no Zagor a mistura de varios personagens que me fascinavam : Tarzan, Fantasma, Mickey, Pateta etc.

4.Nestes 30 anos em que Zagor vem sendo publicado no Brasil, você sentiu alterações de base nas histórias do personagem? Se sim, quais foram elas e como você reagiu a essa mudança?
Infelizmente, eu não saberia dizer, pois não acompanho todas as aventuras do personagem.

5.Quatro editoras já publicaram as aventuras do Senhor de Darkwood no Brasil. Em sua opinião, qual deu o melhor tratamento editorial ao personagem e por quê?

Na minha opinião a melhor foi a Record , por conta do formato e da escolha das histórias.

Photobucket

6.Quais são as melhores aventuras de Zagor que você já leu?
A saga Zagor Contra o Vampiro , Odisséia Americana , a edição especial o Homem do Rifle.

7.Se a Mythos lançasse Zagor Coleção, publicando todas as histórias em ordem cronológica, exatamente como saíram na Itália, você compraria essa série? Sim ou não e por quê?
Talvez comprasse, se a edição tivesse um bom padrão de qualidade de papel e se o preço justificasse.

8. Qual o melhor escritor e o melhor desenhista do Espírito da Machadinha?
Seus criadores: Nollita e Ferri. Também gosto muito do Moreno Burattini.

Photobucket

9.Sergio Bonelli e Gallieno Ferri são os pais do personagem, criado por eles em 1961. Escreva um pequeno texto de agradecimento a eles.

Não sou a pessoa mais indicada para escrever um texto sobre o Zagor , mas não posso deixar de reconhecer que Sergio Bonelli e Ferri criaram um grande personagem. E não deixaram que a época em que seu personagem foi situado fosse um fator limitante. Nollita com sua inventiva soube transpor quase todas as barreira ditas intransponíveis e levou seu personagem a lugares e eventos incomuns para um tipico personagem do Oeste. Reside aí no meu ver a força deste herói.

Quanto a Ferri, creio que ele é um gigante em seu campo. Sua arte é atemporal e sua dedicação ao personagem o fizeram ser quase o tão mais adorado pela legião dos fãs do Espírito da machadinha.

A estes dois grandes autores o meu muito obrigado por terem feito minhas horas da juventude mais intensas, mais alegres, com o grande Chico Caetano, e cheias de suspense, primeiro com as aventuras da SAGA Odisséia Americana , depois com O Bom e o Mau, Montanhas Selvagens e Terras Queimadas , e depois o medo da escuridão com SEDE DE SANGUE e ZAGOR CONTRA O VAMPIRO !

muito obrigado

Photobucket


terça-feira, 26 de agosto de 2008

Entrevista: Ivan Luis Barbosa

1.Qual seu nome completo, quantos anos você tem e onde você mora?

Meu nome completo é IVAN LUIS BARBOSA, tenho 39 anos e moro em Curitiba, no Paraná.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Zagor na Grécia

2.Há quanto tempo você lê a revista do Espírito da Machadinha? Você também a coleciona? Se sim, quantas revistas você tem?

Coleciono desde o nº 01 da Editora Vecchi, ou seja, desde agosto de 1978. Tenho atualmente (julho de 2008) exatamente 1.613 revistas, entre publicações do Brasil, Itália, Alemanha, Grécia, Turquia, França, Macedônia, Sérvia, Espanha, Israel, Croácia, antiga Iugoslávia, Finlândia, Portugal e o único exemplar que saiu na Holanda (veja a imagem dele abaixo).

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

3.O que fez você se interessar pelas aventuras do personagem?

A variedade das histórias.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Zagor na Alemanha

4.Nestes 30 anos em que Zagor vem sendo publicado no Brasil, você sentiu alterações de base nas histórias do personagem? Se sim, quais foram elas e como você reagiu a essa mudança?

Sim, principalmente nas revistas publicadas na Itália. Cheguei a pensar que tinham acabado as idéias dos nossos amigos italianos, pois ficaram muito no sobrenatural, misturavam a realidade com ilusões, ficou um pouco confuso, mas, depois de receber os últimos exemplares, me parece que voltaram a publicar o velho e bom Zagor.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Zagor em Israel

5.Quatro editoras já publicaram as aventuras do Senhor de Darkwood no Brasil. Em sua opinião, qual deu o melhor tratamento editorial ao personagem e por quê?

Bem, gostei mais das aventuras publicadas pela editora Vecchi, mas em termos de material (capa, tamanho das revistas, visual) sem sombra de dúvidas a Editora Record foi a melhor.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Zagor na Finlândia

6.Quais são as melhores aventuras de Zagor que você já leu?

Como escrevi na pergunta acima, gostei das aventuras da editora Vecchi, nº 19 A Casa do Terror, nº 49 Os Falcões da Neve e o nº 55 A Pista do Oeste (que terminei de ler na publicação da Record).

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Zagor na Macedônia

7.Se a Mythos lançasse Zagor Coleção, publicando todas as histórias em ordem cronológica, exatamente como saíram na Itália, você compraria essa série? Sim ou não e por quê?

Sim, sou suspeito a dizer, pois sou um fanático pelo Zagor, qualquer novidade eu compraria.

8. Qual o melhor escritor e o melhor desenhista do Espírito da Machadinha?

Escritor: G. Nolitta. Quanto ao desenhista, não tenho preferência.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Zagor na Turquia

9.Sergio Bonelli e Gallieno Ferri são os pais do personagem, criado por eles em 1961. Escreva um pequeno texto de agradecimento a eles.

Muito obrigado por nos brindar e poder desfrutar de um personagem bacana e com tantas aventuras como é o ZAGOR, espero que continuem publicando, criando e escrevendo novas histórias por muito tempo.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Mais Zagor na Turquia

Photobucket
Revistas do Ivan

Photobucket
Mais revistas do Ivan

Photobucket
Zagor croata

Photobucket
Zagor francês

Photobucket
Mais Zagor francês

Photobucket
Edição iugoslava gigante

Photobucket
Álbum de figurinhas iugoslavo

Photobucket
Zagor espanhol

Photobucket

Photobucket

Photobucket
Outros Zagor franceses

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

OFF TOPIC: Entrevista com Sergio Bonelli na Wizard

Photobucket

A revista Wizard Brasil, que atualmente se chama Wizmania, em sua edição 13, de outubro de 2004, trouxe a entrevista que Sidney Gusman e Levi Trindade fizeram com Sergio Bonelli. Nas páginas escaneadas abaixo, vocês podem conferir o que o criador de Zagor e Mister No, para só citar esses personagens, deixou registrado em quatro páginas da revista.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket



domingo, 24 de agosto de 2008

Entrevista: Rodrigo Guedes Ximenes

1.Qual seu nome completo, quantos anos você tem e onde você mora?

Meu nome é Rodrigo Guedes Ximenes, tenho 31 anos e moro em Recife.

2.Há quanto tempo você lê a revista do Espírito da Machadinha? Você também a coleciona? Se sim, quantas revistas você tem?

Leio Zagor desde 1983, quando tinha 6 anos. Foi amor a primeira lida. Comecei a colecionar imediatamente, inclusive indo a sebos para adquirir as edições anteriores. Atualmente, possuo a coleção brasileira completa, mais umas 40 revistas italianas, 2 espanholas, 2 portuguesas, 2 francesas e 1 croata.

3.O que fez você se interessar pelas aventuras do personagem?

O fato de termos diversos generos (ação, aventura, comédia, ficção, terror, western). Zagor é também, um personagem que acredita muito na importância da vida. Não sai atirando a torto e a direito, e só mata quando realmente nescessário. Chico, seu fiel parceiro, complementa as histórias, acrescentando doses de humor e companheirismo.

4.Nestes 30 anos em que Zagor vem sendo publicado no Brasil, você sentiu alterações de base nas histórias do personagem? Se sim, quais foram elas e como você reagiu a essa mudança?

Sinto muito a falta de uma participação maior do Chico nas histórias atuais. O Sergio (Nolitta) Bonelli era insuperável em se tratando do gorducho. Hoje vemos um Burattini muito competente em termos de Zagor, mas sem o humor do Sergio. Também não me agrada o fato de as histórias terem que acabar, obrigatoriamente, ao final da revista. Isso faz com que tenhamos algumas histórias com o final muito corrido e outras mais arrastadas. O ideal é que não se freie a criatividade dos escritores, se a história tiver que terminar no meio da revista, que assim seja.

Positivamente, temos argumentos fantásticos do Burattini e Boselli, que deram uma levantada na qualidade das histórias do Espírito da Machadinha e fizeram com que o personagem conquistasse mais leitores e tenha no momento duas edições mensais e uma bimestral sendo publicada no Brasil.

5.Quatro editoras já publicaram as aventuras do Senhor de Darkwood no Brasil. Em sua opinião, qual deu o melhor tratamento editorial ao personagem e por quê?

A Record. Não há como comparar edições no formato original italiano e com número maior de páginas com o formatinho das outras. A Mythos vem em segundo lugar. Falta um pouco mais de ousadia aos editores. Há séculos que os leitores pedem um Zagor coleção e a Editora não tenta pelo menos publicar umas seis edições para ver no que dá. Também fiquei bastante decepcionado com a edição dos 30 anos do personagem no Brasil. Anunciaram uma história com 300 páginas (do Maxi italiano), e depois desistiram com medo das vendas. Lembro-me que o Ota (editor da Record) lançou uma edição com mais de 400 páginas, contra tudo e todos da Record, que temiam um fracasso e obteve um grande sucesso.

6.Quais são as melhores aventuras de Zagor que você já leu?

Recentemente, reli toda a minha coleção zagoriana e posso apontar seguramente a melhor na minha opinião:

A MARCHA DO DESESPERO.

Em segundo lugar empatadas, teríamos uma grande quantidade de histórias: Zagor contra o Vampiro, Zagor contra Supermike, O dia da Justiça, Irmãos de Sangue, Kandrax (O mago), O Raio da Morte, A origem de Zagor, Odisséia Americana, O Homem do Rifle, O bom e o Mal, Liberdade ou morte, Pesadelos.

7.Se a Mythos lançasse Zagor Coleção, publicando todas as histórias em ordem cronológica, exatamente como saíram na Itália, você compraria essa série? Sim ou não e por quê?

CLARO!!! Seria uma oportunidade única para termos as histórias de Zagor com as capas originais e na mesma seqüência que saíram na Itália. Poderíamos reler as histórias antigas, com uma nova tradução e sem as capas rasgadas e amareladas das nossas revistas antigas. Acho que a Editora está perdendo uma oportunidade enorme de conquistar novos leitores para o personagem. Um Zagor Coleção não só seria um sucesso enorme com os antigos leitores de Zagor, como conquistaria muitos novos leitores para o personagem, que, com certeza, acabariam comprando as outras séries também.

8. Qual o melhor escritor e o melhor desenhista do Espírito da Machadinha?

Sem dúvida, Nolitta e Ferri. Mas Burattini está de parabéns pelo excelente trabalho atual. Também vi desenhos maravilhosos do Joevito (excelente promessa) e do Verni.

9.Sergio Bonelli e Gallieno Ferri são os pais do personagem, criado por eles em 1961. Escreva um pequeno texto de agradecimento a eles.

Caros Sergio e Ferri:
Em primeiro lugar gostaria de agradecê-los por tantos momentos de alegria que vocês me proporcionaram nos últimos anos. Por meio de seus roteiros e desenhos mágicos, aprendi muito sobre justiça, amizade, igualdade racial, importância da vida. Posso dizer tranquilamente que eu não seria a mesma pessoa se não tivesse crescido ao lado de Zagor e Chico. Também gostaria de deixar um agradecimento especial ao Mestre Ferri, por ter permanecido desde o inicio com Zagor, e pedir pela milionésima vez três coisinhas: Que o grande Sergio escreva mais uma história zagoriana (quem sabe a dos 50 anos na Itália?), a publicação de um Zagorone e a volta do Supermike.

Mais uma vez, MUITO OBRIGADO.

sábado, 23 de agosto de 2008

Site HQM divulga campanha em prol do Zagor Coleção

O Blog do Zagor agradece ao site HQM pela divulgação da campanha que estamos fazendo pela publicação de Zagor Coleção.

Photobucket

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Entrevista: José Pereira da Silva Neto

1.Qual seu nome completo, quantos anos você tem e onde você mora?

Meu nome é José Pereira da Silva Neto, tenho 40 anos e atualmente estou morando em Brasília.

2.Há quanto tempo você lê a revista do Espírito da Machadinha? Você também a coleciona? Se sim, quantas revistas você tem?

Leio Zagor desde a primeira revista publicada pela Editora Vecchi e sim, sou colecionador, tendo as coleções completas, publicadas pela Vecchi, RGE/Globo, Record e Mythos, além de algumas revistas italianas.

3.O que fez você se interessa pelas aventuras do personagem?

Foi numa revista do Tex da Vecchi que eu vi uma pequena amostra das aventuras de Zagor. Na época, eu li os primeiros números emprestados de um amigo e logo as histórias acabaram me conquistando. Eu sempre gostei dos quadrinhos clássicos: Flash Gordon, Mandrake, Fantasma, Tarzan, etc. E as aventuras de Zagor tinham um pouco da temática desses quadrinhos.

4.Nestes 30 anos em que Zagor vem sendo publicado no Brasil, você sentiu alterações de base nas histórias do personagem? Se sim, quais foram elas e como você reagiu a essa mudança?

Eu sempre gostei das histórias da dupla Nolitta/Ferri, talvez porque foram as primeiras que eu li na época da Editora Vecchi, talvez porque foram histórias lidas na infância, onde tudo é inédito e maravilhoso. Hoje eu vejo que as histórias atuais carecem um pouco do elemento fantástico, de “bons” vilões, tão comuns na época do Nollita.

Nada no entanto me impede de comprar todo mês a revista, quem sabe esperando uma história que me envolva de novo como antigamente.

5.Quatro editoras já publicaram as aventuras do Senhor de Darkwood no Brasil. Em sua opinião, qual deu o melhor tratamento editorial ao personagem e por quê?

Eu diria que apenas a RGE/Globo não deu um tratamento adequado ao personagem.

A Vecchi, por ter sido a primeira e a Mythos, pela quantidade de publicações, merecem destaque, mas pra mim a Record, com revistas no formato italiano, capas plastificadas e as famosas hiper-edições foi a que deu o melhor tratamento.

6.Quais são as melhores aventuras de Zagor que você já leu?
Odisséia Americana, O Bom e o Mau, Zagor Contra o Vampiro e O Raio da Morte

7.Se a Mythos lançasse Zagor Coleção, publicando todas as histórias em ordem cronológica, exatamente como saíram na Itália, você compraria essa série? Sim ou não e por quê?

Compraria. Primeiro, por atualmente ser o meu personagem favorito e depois, é uma chance de poder acompanhar a evolução das histórias desde o início. Seu primeiro encontro com Chico, as primeiras aparições de todos os seus amigos e inimigos, a evolução dos roteiros e desenhos etc. Acho que Mythos deveria fazer uma pesquisa com os leitores sobre o assunto.

8. Qual o melhor escritor e o melhor desenhista do Espírito da Machadinha?

Acho que já respondi essa pergunta lá atrás (rs rs), Sergio Bonelli (Nolitta) e Ferri.

9.Sergio Bonelli e Gallieno Ferri são os pais do personagem, criado por eles em 1961. Escreva um pequeno texto de agradecimento a eles.

Pelas horas agradáveis de minha infância, que passei ao lado de Zagor e Chico, vivendo várias aventuras, viajando por terras desconhecidas, descobrindo civilizações perdidas, enfrentando monstros, seres de outro planeta, cientista loucos, bandidos e sempre sabendo que no final o Bem iria triunfar, meu muito obrigado.!!

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Zagor Especial 30 Anos - Homens na Tempestade

Photobucket

Zagor Especial 30 Anos - HOMENS NA TEMPESTADE


Texto: Rauch * Desenhos: D’Arcangelo

Numa noite em que as cataratas do céu parecem ter sido abertas e o rio pode alagar todo o vale, um grupo de soldados que transporta o dinheiro do soldo da guarnição de Forte Snow busca abrigo em Little Tree, um vilarejo de caçadores por onde casualmente Zagor e Chico também estão de passagem. Os militares dizem que a balsa próxima ao povoado foi arrastada pela cheia do rio e não há nem sinal do balseiro. O Espírito da Machadinha e o xerife Larsen vão ao local verificar, descobrindo que, além da cheia, outra grave ameaça paira sobre a cidade.

E mais: um caderno colorido de 16 páginas com todas as capas de Zagor publicadas nos últimos cinco anos.

Revista publicada em 22 de agosto de 2008.

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Entrevista: Éverton Junior Pelisson

1.Qual seu nome completo, quantos anos você tem e onde você mora?
Meu nome é Everton Junior Pelisson, tenho 26 anos e moro em Cascavel, no Paraná. Eu nasci em Santo Antônio do Sudoeste, que é onde estão meus gibis.

2.Há quanto tempo você lê a revista do Espírito da Machadinha? Você também a coleciona? Se sim, quantas revistas você tem?
Eu já folheava gibis, dentre eles ZAGOR, antes mesmo de saber ler, pois eu tenho um primo que colecionava e eu dava uma olhada nos gibis dele. Eu ficava - ainda fico - encantado com a floresta e os índios. Mas para ser bem específico eu leio ZAGOR desde os meus 6 anos de idade.
Sim, sou colecionador de ZAGOR e hoje tenho exatos 336 gibis de ZAGOR. Tenho todas as edições publicadas no Brasil mais dois gibis italianos.

3.O que fez você se interessar pelas aventuras do personagem?
A floresta, os índios, os belos desenhos do Ferri (mestre) e os ótimos roteiros do Nolitta (mestre). O ambiente em que o ZAGOR do Nolitta atua é fascinante.

4.Nestes 30 anos em que Zagor vem sendo publicado no Brasil, você sentiu alterações de base nas histórias do personagem? Se sim, quais foram elas e como você reagiu a essa mudança?
A principal mudança foi em relação ao roteirista. Espero estar enganado, mas jamais alguém vai escrever roteiros com 50% da qualidade com que o Nolitta escreveu (na minha opinião). Eu sei que ZAGOR foi criado pra ter um lado mais sobrenatural (vampiros, homem-lobo, Kandrax, hellingen etc.), mas o Nolitta fazia essas coisas impossíveis acontecerem dentro de uma realidade aceitável (dificil explicar o que eu sinto). E o que falar do CHICO do Nolitta??????????

Hoje eu me considero um comprador e colecionador de ZAGOR, mas não mais um leitor. Essa foi a minha reação às mudanças do personagem. Reprovo totalmente essas andanças feitas pela dupla ZAGOR / CHICO. Nada de Escócia, Alasca e futuramente Bahia (ainda nem saiu a história, mas ja não gostei). Prefiro que eles fiquem na região de DARKWOOD, Centro, Norte e Nordeste dos EUA e quem sabe Sul do Canadá. Outra coisa que eu detesto nos roteiros atuais são as viagens a mundos paralelos com elfos, duendes e fianas.

5.Quatro editoras já publicaram as aventuras do Senhor de Darkwood no Brasil. Em sua opinião, qual deu o melhor tratamento editorial ao personagem e por quê?
Melhor tratamento editorial fica com a Editora RECORD. Mas as melhores histórias saíram pelas Editoras VECCHI e RGE/GLOBO.

6.Quais são as melhores aventuras de Zagor que você já leu?
- Odisséia Americana / A Neblina Infernal (capa fantástica)
- O Bom e o Mal / Montanhas Selvagens / Terras Queimadas (melhor capa)

- Sede de Sangue / Zagor contra o Vampiro
- O Rei das Águias
- A Bruxa Vermelha / O Monstro da lagoa
- O Valete de Espadas
- A Pista do Oeste
- O tesouro Maldito
- O Aventureiro / Zagor Contra Supermike / A Sétima Prova (capa fantástica)
- Mensagem de Morte / A Marcha do Desespero / A Areia é Vermelha / A Última Vítima (capa fantástica)
- Loucura Homicida / O Fantasma de Stone-Hill / Kandrax o Mago / A Sexta Lua
- Hammad, o Egípcio / Oceano / Bandeira Negra / Ca pitão Serpente
- O Retorno do Vampiro / O Reino das Trevas / Horrendo Contágio
- 3 Homens em Perigo / Águas Misteriosas
- Desafio ao Campeão
- O Sósia de Zagor
- A Montanha dos Deuses
- A Vingança do Feiticeiro
- As Cinco Penas (meu primeiro gibi de Zagor - adquirido e lido)

Apenas estas para ser breve (não necessáriamente nessa ordem) mas todas as que saíram pelas Editoras VECCHI e RGE/GLOBO são exelentes. Em itálico, estão as que eu leio com água nos olhos.

7.Se a Mythos lançasse Zagor Coleção, publicando todas as histórias em ordem cronológica, exatamente como saíram na Itália, você compraria essa série? Sim ou não e por quê?
Sim, compraria, principalmente porque acho importante o fato de respeitar a ordem cronológica e porque temos ainda várias histórias inéditas do Nolitta no início da saga zagoriana.

8. Qual o melhor escritor e o melhor desenhista do Espírito da Machadinha?
O melhor e insuperável escritor de ZAGOR atende pelo nome de Sérgio Bonelli (Guido Nolitta) e o melhor desenhista é o pai gráfico de ZAGOR, Gallieno Ferri.


9.Sergio Bonelli e Gallieno Ferri são os pais do personagem, criado por eles em 1961. Escreva um pequeno texto de agradecimento a eles.
Realmente só posso escrever palavras de agradecimentos a estes dois senhores, que apesar de não conhecer pessoalmente me parecem tão íntimos. Eles embalaram a minha infância e adolecência me fazendo viver inúmeras aventuras com meus amigos ZAGOR e CHICO (que nunca mais foi o mesmo depois do Nolitta).

Obrigado, e posso dizer que sinto enorme saudade da dupla que eles formaram e torço para que um dia eles voltem a atuar juntos.

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Zagor Extra 54 - A Grande Escuridão

Photobucket

Zagor Extra 54 - A GRANDE ESCURIDÃO

Texto: Toninelli * Desenhos: Donatelli

Moose Nussbaum, um charlatão conhecido como Doutor Milagre, é a única pessoa que pode inocentar Stu Finkelman, um caçador de peles amigo de Zagor e acusado de um crime que não cometeu. Para o Senhor de Darkwood, localizar o Doutor Milagre parece fácil, mas a missão se torna quase impossível quando o Espírito da Machadinha bate a cabeça durante uma emboscada e fica cego!

Revista publicada em 29 de agosto de 2008.

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Universo HQ dá detalhes sobre Zagor Especial de 30 Anos

Já está no ar, no link http://www.universohq.com/quadrinhos/2008/n18082008_07.cfm a matéria que o Marcus Ramone fez a respeito da revista comemorativa dos 30 anos do Espírito da Machadinha no Brasil.

Cliquem e confiram.

Abraços.

JR

Zagor 517 - Hawak, O Cruel

Photobucket

Zagor n. 517 - mensal - Hawak, O Cruel

Roteiro e argumento: Moreno Burattini


Desenhos: Esposito Bros

Capa: Gallieno Ferri

O cruel Hawak é o chefe carismático de uma perigosa tribo de índios Cayuga que vive em um vilarejo protegido por uma impenetrável paliçada. É a ele que dois trappers sem escrúpulos vendem, como escravas, algumas donas brancas, a quem eles se ofereceram como guias na floresta. Após descobrir o que aconteceu, Zagor chega ao vilarejo dos peles-vermelha e consegue libertar as prisioneiras, mas, logo após, começa a caçada dos índios, que vão atrás das fugitivas, e apenas o Espírito da Machadinha está ali para defendê-las dos advsersários cruéis.

Eis duas páginas da edição capturadas no site da SBE:

Photobucket

Photobucket

domingo, 17 de agosto de 2008

Zagor 89 - O Segredo dos Sumérios

Photobucket

Zagor 89 - O SEGREDO DOS SUMÉRIOS

Texto: Boselli * Desenhos: Cassaro


Durante uma viagem de retorno a Darkwood, Zagor e Chico conhecem o explorador Dexter Green e seu servo Yambo, que devem levar uma carga especial ao recém-inaugurado museu de Richmond: a múmia de um rei sumério. No caminho, emboscadas e tiroteios armados por um bandido misterioso tentam impedir que os viajantes cheguem ao destino. E resta ainda a dúvida sobre quem é realmente Dexter Green.

Revista publicada em 18 de agosto de 2008.

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Campanha: Zagor Coleção? Eu compro!!

Amigos:

Aproveitando a campanha que o zagoriano Superpato lançou no Forum do TEXBR, informo que, a partir de agora, o Blog do Zagor está coletando assinaturas em prol do lançamento de Zagor Coleção, série em que seriam publicadas, em ordem cronológica, todas as aventuras do Espírito da Machadinha. Cada revista teria exatamente a mesma quantidade de páginas da revista italiana.

Quer participar desta campanha? Mande um e-mail para bonellihq@yahoo.com.br e seu nome passará a figurar nesta Lista.

ZAGORIANOS QUE QUEREM A PUBLICAÇÃO DE ZAGOR COLEÇÃO:

001 - JOSÉ RICARDO DO SOCORRO LIMA - Rio de Janeiro - RJ
002 - RODRIGO GUEDES XIMENES - Recife - PE
003 - PAULO RICARDO ABADE MONTENEGRO - Porto Alegre - RS
004 - ADÃO ROQUE DA SILVA - Manhuaçu - MG
005 - WELLINGTON VERDAN - Manhuaçu - MG
006 - JOÃO GUILHERME DE LIMA - Mogi das Cruzes - SP
007 - KAYO FURTADO - Solânea - PB
008 - LISANGELO BERTI - Caxias do Sul - RS
009 - VÍTOR HUGO CIOCCARI - São Paulo - SP
010 - ANTÔNIO CARLOS MOREIRA - Niterói - RJ
011 - RODRIGO DA COSTA LIMA - Planaltina - GO
012 - EVERTON JUNIOR PELISSON - Cascavel - PR
013 - NIVALDO FRANCISCO DA SILVA JÚNIOR - Itaboraí - RJ
014 - FRANCISCO WAGNER G. CAMELO - Natal - RN
015 - ALMIR FERREIRA DA COSTA LIMA - Manaus - AM
016 - SANDRO MARCELO FARIAS - Jaboatão - PE
017 - ESTÊVÃO SOUZA - São Paulo - SP
018 - FELIPE DE ALMEIDA REIS CRUZ - Rio de Janeiro - RJ
019 - CRISANTO AMANTEA PEREIRA - Porto Alegre - RS

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Entrevista: Lisangelo Berti

1.Qual seu nome completo, quantos anos você tem e onde você mora?
Eu me chamo Lisangelo Berti. Tenho 41 anos e moro em Caxias do Sul (RS).

Photobucket

2.Há quanto tempo você lê a revista do Espírito da Machadinha? Você também a coleciona? Se sim, quantas revistas você tem?
Leio Zagor desde os tempos da Vecchi, mas infelizmente não coleciono a revista.

3.O que fez você se interessar pelas aventuras do personagem?
Nas histórias do Zagor, tudo pode acontecer. Desde uma viagem ao espaço até... até tudo! Não há limites. Por causa disso, no início, eu não gostava muito do companheiro Chico. Achava que era apenas mais um coadjuvante cômico. Mas, com o tempo, ficou cada vez mais difícil não ficar rindo sozinho lendo as peripécias do mexicano.

4.Nestes 30 anos em que Zagor vem sendo publicado no Brasil, você sentiu alterações de base nas histórias do personagem? Se sim, quais foram elas e como você reagiu a essa mudança?
Como não acompanho a série regularmente, não posso afirmar que tenho percebido alguma alteração na caracterização do personagem, apenas que, em algumas revistas mais atuais que li, não gostei dos desenhos. Mas acredito ser só uma fase. Vi a arte de revistas que estão saindo na Itália e está muito boa.

5.Quatro editoras já publicaram as aventuras do Senhor de Darkwood no Brasil. Em sua opinião, qual deu o melhor tratamento editorial ao personagem e por quê?
A melhor foi a Record, pelas escolhas editoriais: tamanho da revista, número de páginas, seleção das histórias. Não posso deixar de mencionar o trabalho atual da Mythos. Todo mundo que publica quadrinhos hoje em dia, com tanta competição de outras mídias, merece o nosso apoio.

6.Quais são as melhores aventuras de Zagor que você já leu?
"Zagor Contra O Vampiro" é a favorita de todos os tempos e é um dos melhores exemplos do universo de Zagor que mistura ação, suspense e comédia. Quem procura uma aventura mais tradicional pode ler "Aventura no Canadá" que não ficará desapontado.

7.Se a Mythos lançasse Zagor Coleção, publicando todas as histórias em ordem cronológica, exatamente como saíram na Itália, você compraria essa série? Sim ou não e por quê?
Eu tentaria comprar, mas dependeria do formato. Acho muito cansativo o tamanho atual das edições. Um tamanho um pouco maior com um papel de maior qualidade atrairia mais a minha atenção do que a possibilidade de fazer ou completar uma coleção.

8. Qual o melhor escritor e o melhor desenhista do Espírito da Machadinha?
Fácil, a dupla original Sérgio Bonelli e Ferri. Devo confessar que, às vezes, o desenho do Ferri peca em alguns quesitos, mas a química entre os dois funciona muito bem.

9.Sergio Bonelli e Gallieno Ferri são os pais do personagem, criado por eles em 1961. Escreva um pequeno texto de agradecimento a eles.
Sabe aqueles momentos que antecedem o sono em que não estamos completamente adormecidos nem tampouco despertos? Às vezes, recordamos a rotina do dia, outras vezes, deixamos a imaginação correr solta. Zagor é assim, os pés no chão e a cabeça nas nuvens. Gostaria de externar minha gratidão a essa dupla de criadores que colocou nos quadrinhos um espelho dos nossos delírios e da nossa vocação ao heroísmo.


Photobucket

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Zagor Extra 38 - A Fazenda Assediada

Photobucket


Zagor Extra 38 - A FAZENDA ASSEDIADA

Texto: Burattini * Desenhos: Donatelli

Na pequena fazenda dos Kindman, onde o jovem Steve vive com seus pais adotivos, tudo vai de mal a pior. Enquanto isso, o pai biológico de Steve, junto com Zagor e Chico estão sendo caçados na pradaria pelos ferozes guerreiros de Okayo. O epílogo da tragédia, com a descoberta de um insuspeitável traidor, será escrito com sangue na... Fazenda Assediada.

Revista publicada em 30 de abril de 2007.

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Zagor Raccolta 37

Photobucket

Esta revista traz os números 156 e 157 da série mensal, publicados, na Itália, originariamente, em julho e agosto de 1978.